logo ARQUITETURA E INTERIORES
Siga & Compartilhe

5 dicas de materiais para uma arquitetura sustentável

post02

5 dicas de materiais para uma arquitetura sustentável

 Falar em sustentabilidade hoje é básico e urgente. E, claro, nossa consciência ambiental deve começar dentro de nossa casa, a partir da nossa relação com o ambiente onde vivemos. Isso mostra a importância crucial da arquitetura, no sentido de estudar, compreender e promover materiais e formas construtivas que causem o menor impacto possível ao meio ambiente.

Abaixo, selecionei alguns materiais que parecem simples detalhes, mas podem fazer grande diferença.

1 – LED

Desde que as lâmpadas incandescentes foram proibidas, os consumidores passaram a dar mais atenção ao tema da eficiência energética das lâmpadas. Desde então, o LED tem aparecido como a melhor alternativa e não é para menos, já que pode resultar numa economia de até 80% na energia.

post01

2 – TINTA ECOLÓGICA

As tintas ecológicas é uma opção muito interessante e inovadora. Formuladas a partir de matérias-primas totalmente naturais, como corantes e óleos, elas não tem acréscimo de insumos derivados de petróleo ou uso de componentes sintéticos.

post02

3 – MDF

Para quem busca uma solução mais consciente para a execução de marcenaria, o MDF é sempre a opção mais indicada. MDF é a sigla de Medium Density Fiberboard, que, em uma tradução livre, significa fibra de média densidade. Esse material é produzido a partir da aglutinação de fibras selecionadas de madeira, geralmente de pinus ou eucalipto reflorestado, que são prensadas a 200 ºC. Por utilizar exclusivamente fibras de madeira de reflorestamento como matéria-prima, o MDF é considerado um material ecologicamente correto. A utilização do MDF evita o desmatamento e uso indiscriminado de árvores nativas da Amazônia.

06278138_MDF.tif

4 – LADRILHO HIDRÁULICO

Ao analisar a sustentabilidade de um produto, é importante analisar não apenas a matéria prima mas a forma como aquele produto é produzido. O ladrilho hidráulico, por exemplo, é um revestimento ultracharmoso, considerado ecológico pois não é queimado em fornos e dessa forma, não consume energia nem emite gases em sua fabricação.

post04

5 – CONTROLE DE ÁGUA

Claro que não podemos deixar de mencionar alguns itens fundamentais para a economia de água no nosso cotidiano. Torneiras com sensores, que desligam automaticamente, e descargas sanitárias com duplo acionamento (para controlar o fluxo de água de acordo com a necessidade) devem sempre ser consideradas na hora da execução de um projeto.

post05

Gostou das dicas? Continuem por aqui porque sempre traremos um post com assuntos do seu interesse e de interesse do nosso planeta!

 

 

Compartilhar Post